Bilionário?

Você já pensou em se tornar um bilionário do século XXI?

Com certeza vocês devem estar pensando no motivo por eu estar falando sobre “bilhão”, “bilionário”, “dinheiro” e tudo mais. Concordo com vocês que esse tipo de assunto causa estranheza, uma vez que estes termos são completamente ligados a ganância e ambição.

Mas quando falo sobre ser um bilionário, não estou dizendo sobre ter mais de sete dígitos na conta ou muito menos ser afortunado de bens caros demais. Estou falando sobre o novo modelo de riqueza, a riqueza do século XXI.

“O que é um Bilionário do Século XXI?”

Essa é uma teoria que eu já venho desenvolvendo faz algum tempo – pelo menos uns 10 anos – em que eu explico um pouco sobre os mercados que a gente atua. Quando eu falo sobre “ser bilionário”, eu não estou te dizendo para ser “um bilionário” em dinheiro, e sim um bilionário de obrigado.

Ser rico em gratidão, uma vez que você passa boa parte do seu tempo e da sua vida ajudando pessoas, contribuindo para uma evolução positiva e transformando elas em suas melhores versões.

Falando sobre isso, me faz voltar para uma outra teoria que eu criei há um tempo que, na verdade, nada mais é do que uma reflexão sobre a era que vivemos. Antigamente a unidade de riqueza mais cobiçada era o átomo.

Isso mesmo, antes do advento da globalização, o que nos dava a classificação como “rico” era o tanto de bens materiais que nós tínhamos. Terras, imóveis, móveis, automóveis e por aí vai.

Nos dia de hoje – isso continua tendo valor altíssimo – as coisas não estão mais nessa onda, hoje nós temos uma nova unidade de riqueza que é o bit. Isso mesmo, aquela linguagem eletrônica que está presente na codificação do seu smartphone.

Agora faça a união dessas duas teorias e entenda como você pode ser bilionário de obrigados. Quantos mais bits você influencia, impacta e transforma – com todo o seu embasamento e investimento no seu conhecimento -, mais rico em gratidão você vai ficando. Não é algo incrível?

E a era da transformação…

Analisando o nosso cenário político, econômico e social, eu chego a conclusão de que estamos vivenciando uma nova era.

Alguns dizem que nós estamos no meio da mudança de uma era, porém eu costumo dizer que estamos dentro de uma era de mudanças onde o velho não serve mais, o que era novo ontem já está começando a perder valor e o que está começando a chegar precisa ser utilizado e implantado na melhor forma possível.

Esta nova era está totalmente voltada para a evolução e transformação das pessoas, focada em levar as melhores oportunidades para que elas consigam evoluir ainda mais para um nível em que elas sejam independentes. Você é uma pessoa que está satisfeita com a vida que você está levando? Tem orgulho da sua escolha e das suas decisões?

Se eu te incomodei e você não encontrou a sua resposta, continue me acompanhando. Temos uma jornada incrível a percorrer por essa semana.

  • https://www.facebook.com/Gilberto-alves-141563579867857 Gilberto Alves

    Ótimo conteúdo Conrado, assisti o vídeo muito top, parabéns!!!
    http://dsagora.com

  • Ronaldo Queiroz

    Conrado, interessantíssimo esse artigo sobre o Bilionário do Século XXI. Queria saber aonde baixo o mapa mental (apostila) em pdf como falado no seu canal do You Tube. Mais uma vez, parabéns!!!! Seria seu aluno no 8P’s de SP em setembro, juntamente com minha equipe de vendas!!!! Muito ansioso já… rsrsrs.