A palavra te dá poder, mas é o silêncio que te dá argumentos para quando for usar a palavra. O ser humano tem uma vontade irresistível de preencher o silêncio. Provavelmente porque o silêncio o obriga a ficar com seus próprios pensamentos. Aqueles mesmos que a gente nunca escuta porque está sempre distraído com o celular. Quando você silencia, você praticamente obriga o outro a falar. Isso o expõe e te protege. Quanto menos você fala, mais você escuta. Mais você analisa. Mais você ganha Continue lendo

Aquilo que você faz bem pode te impedir de ir mais longe. Se você é ótimo em Adwords, por exemplo, tenderá a fazer as campanhas de Adwords da sua empresa. Isso vai te impedir de desenvolver as poucas coisas que você precisa para ir mais longe: conexões, visão estratégica e liderança. É como o oxigênio, que te faz sobreviver mas também te mata. Você pode ser bom no que você quiser, então, escolha no que você quer ser bom. Escolha aquilo que te traga mais Continue lendo

Você pode nem perceber, mas gasta tempo precioso quando reclama, critica, ironiza ou satiriza. Reclamando do mercado, da crise, do governo, do concorrente, do cliente… Isso não vai mudar o passado nem a realidade. Você é um empreendedor (ou deseja ser). A função de um empreendedor é mudar a realidade, sem choro. Então, mude-a e mostre que é de fato um empreendedor. A realidade é uma só. Você não vai mudar o que aconteceu, então ao invés de gastar energia reclamando do que aconteceu na Continue lendo

2015 foi um ano muito importante para mim e gostaria de compartilhar com você 5 lições que aprendi. 1) Diminuir o ruído mental. Não sei se você conseguiu perceber na época, mas em 2015 eu mudei completamente meu negócio. Foi o famoso “trocar o pneu com o carro andando”. Não que o modelo anterior não estivesse dando certo, pelo contrário. Estava dando muito certo. Cada vez mais produtos e mais lançamentos. Cada vez mais dinheiro e mais variáveis para controlar, ou seja, mais barulho mental. Continue lendo

Mais uma vez esse título por aqui? Sim! rs Esses dias eu estava revisitando alguns vídeos sobre mim e senti uma certa nostalgia. São materiais bons e que valem a pena ser visto, revisto e re-revistos. Tenho certeza que tem bastante gente nova por aqui, então se você ainda não conseguiu me conhecer a fundo, dá uma olhada nesse vídeo (uma entrevista com Michael Oliveira, um cara que admiro muito e um grande amigo meu). Veja:

Sabe aquelas pessoas que vivem para falar mal dos outros? Aquelas que torcem para que os outros caiam? Sabe aquelas que acham que só elas estão certas e que todo o restante do mundo está errado? Aquelas que acham que o mundo está contra elas e por isso pensam que todos são picaretas? Sabe aquelas preconceituosas? Se afaste delas.