Crenças limitantes: entenda o que são e como superá-las

Ao longo de nossas vidas, somos rodeados por situações e pessoas que podem influenciar de forma positiva ou negativa nosso modo de pensar e, consequentemente, de agir. A partir dessa percepção pessimista do mundo é que nascem as crenças limitantes.

São elas que impedem e prejudicam a realização de sonhos pessoais e a conquista de sucesso profissional, como abrir um negócio ou fazer a empresa crescer. Entretanto, tenha calma, pois existem maneiras de romper com essas crenças limitantes.

Então, entenda o que elas são e como superá-las no post de hoje. Boa leitura!

O que são crenças limitantes?

As crenças limitantes são os pensamentos que nos impedem de fazer algo, como desenvolver novas habilidades. Geralmente, elas são concepções falsas ou que tem uma pequena parcela de realidade, mas que acabaram se tornando uma verdade.

Então, se você pensa que algo não será fácil de ser realizado, ela se tornará difícil. Com isso, muitas pessoas que se deixam dominar por esses pensamentos afetam negativamente a sua vida pessoal e profissional. É o que acontece com algumas pessoas que desejam empreender.

Elas acreditam que não são capazes de abrir seu próprio negócio, nem geri-lo. Assim, limitam o seu desenvolvimento profissional, mas isso pode ser mudado. Como? Descubra a seguir!

Por que temos crenças limitantes?

À medida que nos relacionamos com as pessoas e vivemos diversas situações, desenvolvemos nossas crenças. Contudo, algumas delas nos afastam dos nossos objetivos. Confira quais são!

Crenças hereditárias

São as crenças relacionadas ao seu contexto familiar. Tais como, “você não faz nada direito”, “você nunca vai conseguir ser alguém” ou “o sucesso não é para você”. Essas palavras ficam registradas para a vida toda e tem um grande impacto emocional.

Crenças sociais

São as crenças impostas pela sociedade e amplamente propagadas pelas mídias. São elas: “isso é impossível de fazer”, “o mercado está ruim, deixe a crise passar” ou “você nunca vai conseguir ter o seu próprio negócio”.

Crenças pessoais

Elas estão relacionadas com as experiências pessoais na qual a pessoa não obteve sucesso. Assim, passa a acreditar que não deve tentar novamente por já ter “fracassado”. Por exemplo, “não consigo aprender” ou “não tenho dinheiro suficiente para isso”.

Como superar crenças limitantes?

Para superar as armadilhas da mente, comece identificando as crenças limitantes ao seu redor. Para tanto, faça uma autoavaliação. Ou seja, entenda aquilo que o impede de executar algo. Após identificá-las, anote-as em um papel.

Em seguida, descubra as causas por trás delas e comece a contestá-las. Pergunte para si mesmo se elas são reais, se tem fundamento e como seria se você pensasse o oposto. Depois, reconheça que são apenas ideias impostas na sua cabeça e elas que têm gerado consequências negativas.

Para finalizar, é hora de quebrar essas barreiras. Então, adote uma nova crença e troque as limitantes por motivacionais. Ou seja, para cada “não”, encontre uma solução. Por exemplo, se você pensa: “sou velho demais para abrir meu próprio negócio”, troque por: “nunca é tarde para começar”.

Como vimos, as crenças limitantes podem ser um obstáculo para o seu desenvolvimento pessoal e profissional. Contudo, o mais importante é entender que elas podem ser superadas. Para isso, você precisa assumir um compromisso consigo mesmo. Portanto, não deixe que as crenças limitantes impeçam você de crescer e se desenvolver como empreendedor e pessoa.

Você já passou por alguma situação na qual não acreditava em si mesmo? Como fez para superá-la? Deixe seu comentário e conte-nos como foi sua experiência.