Escalada da confirmação

Imagine a seguinte situação: você trabalhou durante 20 longos anos em uma empresa multinacional, iniciou sua carreira lá, foi promovido, teve um plano de carreira incrível e conseguiu conquistar todas as coisas que você sempre sonhava com o retorno financeiro que ela te dava. Esposa, casamento, família, filhos, escolas particulares, intercâmbio, tudo o que uma boa família de classe média alta precisava foi dado através do salário que era pago pelo seu trabalho nessa multinacional.

Em um dado momento da sua ilustre carreira na grande empresa você decide desistir de tudo e ingressar na empreendedorismo. Faz um acordo, recebe todos os proventos que você precisa receber e começa a trilhar a sua jornada empreendedora. Nos olhos de quem nunca teve o próprio negócio, essa escolha pode parecer arriscada, mas nada melhor do que poder fazer as próprias escolhas e tomar suas próprias decisões. Logo você se encanta por um nicho – pode ser algo relacionado a sua área de formação – e quer começar, de forma rápida e ágil, a colocar o seu projeto em ação.

Temos que ter calma, muita calma!

O empreendedorismo é lindo, te dá mil e uma oportunidades de se testar como ser humano e como empresário, transforma a sua vida e a vida de outras pessoas e te faz enxergar o mundo através de uma nova ótima. Porém precisamos de planejamento, precisamos de estudo, conhecimento, sabedoria. Você precisa fazer contatos, conexões e ter em mente que você precisará de muita ajuda, afinal, agora você é o seu próprio patrão e precisa manter o seu estilo de vida da mesma época em que era um colaborador de uma empresa multinacional.

Como falei no meu post anterior, há uma jornada para você seguir e essa jornada é feita de altos e baixo. Você iniciará a sua trajetória super confiante do que está fazendo, afinal você escolheu trabalhar com um segmento que você é a autoridade de discurso no assunto, estará empolgado, ficará excitado com cada venda, porém haverá momentos em que você irá duvidar de você mesmo e começará a colocar em prova se tudo o que você estava fazendo era verdadeiro e se era realmente o que você queria fazer.

Depois de todo esse momento tempestuoso onde você não consegue se encontrar como empreendedor, você começará a subir a “escalada da confirmação”. Esse é o momento que você começará a criar as suas crenças limitantes. É aqui que você começa a acreditar que tudo aquilo que te falaram antes mesmo de você colocar o seu projeto em prática é verdade. “O país está em crise”, “não faça isso”, “você precisa de mais experiência” e por aí vai. As pessoas falam isso por dois motivos: porque te amam ou porque te odeiam.

É um momento delicado na sua vida e você tenderá a achar que tudo de ruim que acontece é uma confirmação de tudo que já foi dito no passado. Lembre-se: a sua jornada empreendedora é feita de altos e baixo, não de uma superfície plana que só te leva para frente e não te impulsiona a nenhum lugar. A melhor parte de se ter onde descer é que você pega mais impulso para subir.