O que é marketing promocional e quais seus benefícios? Veja aqui!

Há algumas décadas, não faria muito sentido falar em marketing promocional, pois o marketing, por si só, já era considerado uma ferramenta de promoção. Entretanto, os tempos mudaram, e o marketing passou a englobar cada vez mais campos e disciplinas.

De acordo com os teóricos contemporâneos — entre eles Philip Kotler, o principal influenciador acadêmico da área — o marketing moderno nunca esteve tão próximo da administração de empresas. Ele pode ser entendido como um grande processo que se inicia no estudo, na análise e na concepção de um negócio, se estendendo até a venda, a pós-venda e a fidelização.

Essa abordagem ampla exigiu novas ramificações na área, como o marketing promocional, cujo foco está na comunicação da marca e na geração de valor a partir de estratégias de divulgação. Ficou interessado? Então, continue a leitura para entender melhor esse conceito e aprender a utilizá-lo para alavancar o seu negócio!

O que é marketing promocional?

Por definição, esse é o conjunto de ações de comunicação de uma empresa e tem como principal objetivo a divulgação de uma marca e de seus produtos, bem como o aumento do seu reconhecimento no mercado.

O conceito de “promoção” em marketing se popularizou com os 4Ps do Marketing de Kotler, uma das metodologias mais difundidas da área. Segundo ela, a promoção é considerada o 4º P essencial para a existência e manutenção de um negócio, após o Preço, a Praça e o Produto. A seguir, vejamos cada um deles!

1º P: o Preço

Nessa primeira fase, definimos o preço de um produto considerando custos de produção, margem de contribuição, lucros e demais variáveis que constituem o processo de precificação.

Esse é o único P que gera receita para o negócio diretamente, por isso, deve ser muito bem planejado. Os elementos seguintes também geram retorno, mas de maneira indireta, ou seja, são investimentos de curto, médio e longo prazo.

2º P: a Praça

Esse segundo P está relacionado à distribuição do seu produto ou à área de cobertura do seu serviço, isso é: aonde você vende.

Se administra um comércio físico, por exemplo, você precisará conseguir um bom ponto em sua cidade, gerir um estoque, estudar a logística necessária e demais parâmetros envolvidos com o local. Por outro lado, se a sua empresa vende produtos em um e-commerce, será preciso pensar em canais de divulgação e estratégias de segmentação on-line.

3º P: o Produto

O terceiro P é o produto ou serviço que a sua empresa entrega. Aqui, pensamos em todos os atributos relacionados à sua oferta, sejam eles tangíveis, sejam intangíveis.

Uma das maiores preocupações do empresário nessa etapa é a demanda, e pesquisas são frequentemente utilizadas para identificar um público consumidor forte. Entretanto, se a sua empresa trabalha com algum produto inovador, o desafio é maior, pois será necessário criar uma demanda educando as pessoas e sugerindo novos comportamentos.

4º P: Promoção

Finalmente, temos o 4º P do Marketing, a Promoção. Nesta última etapa, o seu objetivo é fazer com que o seu futuro cliente saiba que você existe. Para isso será preciso investir em estratégias de divulgação, firmar a presença da marca nos canais que a sua audiência utiliza e promover ações de publicidade, como comerciais e ofertas sazonais.

Vale ressaltar que esses 4Ps do Marketing foram desenvolvidos muito antes das transformações digitais ocorridas nos últimos anos, por isso, novas abordagens podem ser necessárias para garantir o bom desempenho do seu negócio nos dias de hoje. A metodologia 8Ps, por exemplo, é uma atualização do conceito de Kotler, pensada para a atual realidade do marketing digital.

Como aplicar esse marketing promocional?

Como você já deve ter percebido, o conceito de promoção dentro do marketing está relacionado à divulgação, e não aos famosos descontos do varejo. Portanto, quando tratamos de marketing promocional, estamos falando sobre os meios de tornar o seu empreendimento conhecido.

Sendo assim, algumas perguntas devem ser feitas para direcionar a sua estratégia de promoção.

  • Com quem você está falando? Qual é o comportamento e qual é a linguagem do seu público?
  • Quais são as características do seu mercado (cronograma, sazonalidade, demanda)?
  • Quando e onde você pretende se comunicar com as pessoas?
  • Quais são os canais (out-of-home, jornal, rádio, TV ou internet) mais utilizados pelo seu público?
  • Como os seus concorrentes promovem a própria marca e os seus produtos?

Quando pensamos em marketing digital, porém, outros elementos entram no planejamento. Será preciso entender o comportamento on-line do seu público, descobrir as redes sociais que essas pessoas utilizam e que tipo de conteúdo consomem nelas. Todo esse conhecimento é imprescindível para conseguir atingir as pessoas certas no melhor momento.

Além disso, precisamos pensar em ações públicas, como a apresentação de campanhas publicitárias, propagandas, comerciais, eventos, entrevistas com especialistas em veículos de mídia relevantes e outras iniciativas, que podem exigir o apoio de uma comitiva de imprensa.

Quais são os benefícios do marketing promocional?

Por fim, é preciso esclarecer que se destacar no mercado e conquistar novos clientes é cada vez mais difícil atualmente. Isso não se deve apenas à concorrência desenfreada, mas também aos consumidores, que estão ficando mais informados e exigentes.

Nesse cenário, o marketing promocional se mostra ainda mais importante para as empresas que desejam firmar seu espaço no mercado. Entre os seus principais benefícios, os que mais merecem ser destacados aqui são:

  • possibilidade de ativação de marca — quando uma empresa passa a ser reconhecida e fazer parte da vida das pessoas;
  • relacionamento mais direto com o público — o que torna as suas ações de marketing mais eficientes e ainda permite um estudo contínuo do comportamento do mercado;
  • crescimento da audiência — suas ações de divulgação ajudam a marca a ecoar as suas ideias e mensagens para mais pessoas;
  • maior número de vendas — variando de acordo com a abrangência das suas estratégias de comunicação;
  • mais apoio e fidelização — ao fazer parte da rotina das pessoas, a marca consegue criar um vínculo com seus consumidores, que passam a apoiá-la e darem preferência.

Em poucas palavras: de nada adianta ser o melhor profissional da região ou ter o melhor produto do mercado se ninguém conhecer o seu negócio e valorizar seu trabalho. Nesse sentido, é essencial trazer os holofotes para a sua empresa e fazer com que as pessoas certas conheçam as vantagens do seu empreendimento.

O marketing promocional, enfim, é um instrumento de divulgação, mas a sua concepção pode ir muito além disso. Grandes empresas não se limitam apenas a chamar a atenção do seu público, elas se esforçam para entregar grandes experiências aos seus consumidores ao longo de toda a jornada de compra. Lembre-se disso!

Este artigo fica por aqui, mas ainda temos muito conhecimento para ajudar o seu negócio a ter o sucesso que você tanto sonha. Por isso, se gostou desta leitura, aproveite para assinar a nossa newsletter e não perder mais nenhuma novidade do blog!

Conrado Adolpho

Minha missão no mundo: "Construir um mundo melhor por meio da internet". Autor do livro "Os 8Ps do Marketing Digital" e entusiasta da internet como fenômeno social.

Inscreva-se para mais conteúdo

Deixe um Comentário