Quando considerar um mentor para o seu negócio?

Conrado, eu tenho uma ideia”. Se vocês soubessem a quantidade de comentários que eu recebo dessa natureza, vocês conseguiriam escrever um livro. E eu não acho ruim não, eu acho ótimo, porém ideias precisam de planejamento e precisam ser avaliadas.

Sempre que alguém encontra comigo e me traz essa ideia, eu sempre peço para a pessoa respirar, se acalmar até que ela entre na minha onda de pensamento.

Eu quero montar um negócio que vai fazer isso, aquilo, que vai dominar o mundo…

Ok, legal, vamos ao ponto: há uma série de problemas no seu negócio. Eu se fosse você não faria isso, faria desse jeito” e por aí vai.

Sempre prezo pelo direcionamento, então na maioria das minhas conversas eu sempre falo sobre como a pessoa deve seguir, quais são os problemas que a pessoa deve resolver antes de realmente colocar o seu negócio em prática.

E a chance de dar errado?

Ela existe, não vou mentir. Vou te falar um dado que quem acompanha o setor do empreendedorismo sabe. A maioria das empresas quebra ao completar 4 anos de exercício. Sim, de forma bem precoce, uma vez que a pessoa ainda nem conseguiu conhecer o seu mercado direito, nem conseguiu se estabilizar e por aí vai.

E sabe por que elas quebram?

Porque elas não tiveram alguém ali para falar qual era o melhor caminho a ser percorrido, como devia ter feito em tal ação e explicar os motivos para não fazer tal coisa. Esse é o papel de um mentor (e já falei diversas vezes aqui).

Então um mentor deve ser considerado desde o momento que você teve a ideia de montar um negócio. Ele vai te aconselhar o que você deve fazer, diminui a chance de errar e aumenta a probabilidade de êxito.

Existe uma teoria que eu sempre uso que fala que o amador apenas reage. Quando aparece um problema, ele prefere resolver de forma mais agressiva, lutando de forma intensa, sendo assim perdendo qualidade financeira, familiar e colocando em risco a sua saúde.

Colocando esses fatos na mesa, você consegue entender o quão importante é ter alguém do seu lado falando o que você deve fazer?

O mestre antecipa e o amador reage…

O mentor te mostra qual o direcionamento você tem que ter, com foco, em diversos momentos da sua jornada empreendedora. Há o momento de antecipação, quando você teve a ideia e está colocando toda a sua energia para montar o seu negócio.

O momento de validar o nicho a ser seguido também necessita de um auxílio para saber se é aquilo que você realmente deve fazer (se casa com as suas habilidades). Mas, além de tudo, ele existe para te falar, com muito embasamento prático e teórico, qual o caminho mais rápido que você deve seguir, com o mínimo esforço, para chegar até o seu objetivo.

Grande abraço,

Conrado Adolpho.

  • Começar Como Afiliado

    Que post enriquecedor, me agregou bastante valor, estou começando no marketing digital depois de tanto procrastinar, estou muito decidido e se vai dar certo eu não sei mas oque eu puder fazer para acontecer eu vou fazer, estou aberto a criticas e sugestões http://bit.ly/2mWko9s