O que é felicidade para você?

O que é felicidade? O que faz você realmente feliz? Já pensou nisso? Que tal sair totalmente da rotina e viajar para algum outro país que você sempre quis conhecer? Que tal ser mais feliz todos os dias? Trabalhar no que gosta e poder ter mais tempo para você? Já pensou em ter um pouco mais de dinheiro? Ser uma pessoa mais tranquila?

Eu venho me fazendo essas perguntas há muitos anos e tenho arduamente procurado esse estilo de vida que alie tempo, saúde, felicidade e dinheiro. E olha que nem precisa ser muito dinheiro, mas o suficiente para não haver a velha preocupação cotidiana das contas para pagar.

Depois de lerem a minha história, sei que perceberão essa minha busca constante pela felicidade, busca essa, inclusive, que não é só minha. Esse assunto tem seu lugar de destaque nas religiões, já foi motivo de obsessão para muitos filósofos, é tema de debates entre cientistas e, provavelmente, é algo que você também pensa com frequência.

Este artigo é a minha tentativa de responder essa questão que habita a mente de todos nós, lhe apresentar a minha visão e ajudá-lo a encontrar suas próprias respostas. Você vem comigo?

Afinal, o que é felicidade?

Você já deve estar cansado de ver tantos livros, artigos e programas de TV tentando explicar o que é felicidade. O assunto parece ter ganhado destaque nas últimas décadas com o impulso das novas gerações que valorizam cada vez mais a qualidade de vida em detrimento aos antigos e engessados modelos de carreira e comportamento.

Na verdade, porém, esse assunto sempre esteve por toda parte, nos escritórios de grandes pensadores, nos consultórios, nos centros de pesquisa e, principalmente, na ponta da língua das pessoas. Diferentes culturas apresentam suas visões particulares sobre esse tema tão marcante, e conhecer essas perspectivas é importante para construir a nossa.

A felicidade segundo a filosofia

Aristóteles, há mais de 2 mil anos, já afirmava que a felicidade é algo que se atinge pelo exercício da virtude e não da posse. A chamada felicidade intelectual defendida pelo filósofo, está no exercício do pensamento e na busca pelo saber.

Epicuro, por outro lado, entendia a felicidade como a satisfação na realização dos desejos, Lao Tsé acreditava que a natureza por si só era capaz de despertar esse sentimento, já Confúcio a entendia como um estado de harmonia entre as pessoas.

A felicidade segundo as religiões

As religiões comumente associam a felicidade à fé e ao cumprimento dos seus ensinamentos, pois é a crença, segundo elas, que agrega significado à vida e confere esperança aos indivíduos.

O budismo, em especial, é uma doutrina que trabalha diretamente com esse tema em suas obras. A infelicidade, segundo seus ensinamentos, está intimamente relacionada ao desejo, e, por isso, a verdadeira felicidade só pode ser encontrada por meio do desapego.

A felicidade segundo a psicologia

A psicologia, por sua vez, foi responsável por tornar a felicidade uma pauta de debates acadêmicos. Freud, “pai” da psicanálise, assim como Epicuro, defendia o bem-estar a partir da satisfação dos seus desejos mais fortes, suas mais nobres necessidades. Segundo ele, a busca por esse sentimento é o que move os indivíduos, ainda que o desejo seja algo utópico.

Daniel Gilbert, professor de psicologia de Harvard e um dos mais importantes especialistas contemporâneos do assunto, acredita que o grande problema das pessoas é que elas teimam em não perceber a felicidade presente em pequenos momentos do dia a dia.

O que é felicidade para mim?

Quando me perguntam o que é felicidade, acredito que isso é algo que, de fato, todos nós almejamos. O problema é que, muitas vezes, achamos erroneamente que a felicidade é algo externo, quando na realidade, está dentro de nós. Ser feliz não é ter carros ou celulares, iPads ou apartamentos novos, é algo que está dentro de cada um de nós.

A busca por ser feliz me trouxe muitas infelicidades, por mais paradoxal que isso possa parecer. Faz parte do caminho. O fracasso faz parte do sucesso e acredito piamente nisso.

Mas, lógico, me trouxe muito mais coisas boas do que ruins. Uma delas foi a quantidade de amigos que fiz ao longo dos últimos anos. E me fez descobrir o que realmente me faz feliz: fazer com que as outras pessoas sejam felizes.

Compartilhar felicidade é compartilhar o que aprendo todo dia e que venho aprendendo ao longo dos últimos 10 anos, desde 2002, quando comecei a trabalhar com internet de maneira profissional.

É ensinar o que aprendo e aprender ensinando. É fazer com que vocês sintam a mesma felicidade e o mesmo entusiasmo que sinto cada vez que vejo como que minha vida melhorou ajudando as pessoas a descobrirem como melhorar suas vidas.

O que é felicidade para você?

Diante de todo esse contexto, percebemos que existem muitas maneiras de entender o que é felicidade e você terá que encontrar o seu modo de enxergá-la também. Mais cedo ou mais tarde, entretanto, descobrimos que felicidade mesmo é fazer o outro sorrir, mas, infelizmente, as pessoas desaprenderam a sorrir.

Por maiores que sejam os desafios, não há dúvidas de que contamos com muitos recursos para construir a nossa escada, mas ainda assim, as pessoas estão sempre carrancudas dentro de seus mundos cinzas e corridos.

Essa é a armadilha do egocentrismo. Constantemente presas dentro de si, elas não conseguem perceber as oportunidades e alegrias que existem ao seu redor.

Há coisa mais bela do que uma criança que se abre para o mundo quando fazemos uma simples brincadeira? Observe um avô fazendo caretas e brincadeiras só para fazer seu netinho sorrir, sem se importar com o que pensam dele, e descobrirão um homem feliz.

É lógico que a vida moderna exige pré-requisitos que vão muito além de simplesmente entender o que é felicidade. Um deles é ter algum dinheiro que dê segurança. Outro é ter tempo para curtir esse dinheiro, já o outro você vai descobrir: ser um agente na vida das pessoas e torná-las felizes também. A felicidade é algo que multiplica quando se compartilha.

E quer saber mais? É possível ser feliz já, e ninguém precisa de um plano impecável para isso. Sabe aquela “coisa perfeita” que você tanto espera encontrar para finalmente dar a volta por cima? Talvez seja isso que esteja te prendendo, mas essa conversa fica para o próximo artigo.

  • Josiel Weppo

    Muito bom conteúdo, blog é muito top nesse assunto eu acompanho de perto, eu criei um artigo onde menciono os 33 melhores sites relacionados a marketing digital.
    Aqui link do artigo no meu blog.
    https://vivadoseublog.com/sites-de-marketing-digital/