Estudo de case de marketing digital nº8: Breshow fantasias no Google

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O case de hoje é de um cliente muito querido meu, a Breshow Fantasias. Fazemos a otimização do site deles para palavras que tenham relação com aluguel de fantasias. Esse case está na 4ª edição do Google Marketing, que deverá sair em maio ou junho de 2011, com quase 1.000 páginas, mais de 100 cases, centenas de ferramentas etc.

Criada em 2005, a Breshow começou como uma loja de aluguel de fantasias e roupas de época que almejava ser conhecida pelo público. Desde o início a Breshow utilizava ferramentas do Google por meio da otimização do seu site para a busca natural e links patrocinados – Google Adwords – (3º e 5º Pês).

Após um tempo, decidiram contratar uma empresa para cuidar da estratégia de Internet deles e me contrataram para auxiliar a melhorar os resultados. O intuito era diminuir o valor investido em links patrocinados e conseguir ficar bem posicionado na busca orgânica por meio de suas principais palavras-chave, como “fantasias”, “fantasia”, “aluguel de fantasias”, “fantasias criativas”. (1º P)

A ferramenta de palavras-chave do Google mostra o volume de buscas de cada palavra-chave importante para o negócio da Breshow:

Depois de efetuar diversas pesquisas sobre as principais palavras-chave para o negócio (1º P), o site foi reformulado com textos, artigos e conteúdos que trouxessem mais informações ao internauta e fossem lidos com mais facilidade pela busca do Google e o conteúdo do site é atualizado com novidades semanalmente (4º P).

O fato de começar a utilizar suas principais palavras-chave no domínio também ajudou muito em sua encontrabilidade (www.fantasiascriativas.com.br). Claudia Martelli, sócia proprietária da Breshow, acredita que hoje cerca de 99% das visitas ao site vem da busca natural do Google (8º P). Em média de 10% a 40% das buscas se revertem em visitas ao site mensalmente. Em fevereiro de 2011, o Google enviou visitas ao site por meio de mais de 28 mil palavras-chave (só por meio da busca orgânica).

Quase todas as ações de divulgação da Breshow são feitas pela Internet, com foco principal na busca natural do Google e com 2% do faturamento investido em links patrocinados (5º P).

Hoje em dia, 90% dos clientes que procuram a loja, vêm pela Internet”, conta Claudia. Boa parte desses resultados vêm de boas posições em centenas de Expressões que contêm a palavra-chave “fantasia”, como “fantasia”, “fantasia feminina”, “fantasia criativa”, “fantasia masculina”, “aluguel de fantasias” dentre muitas outras (1ºP).

Confira os resultados do site da Breshow no Google por si mesmo:

Palavra-chave: “fantasias”

Palavra-chave: “fantasia”

Palavra-chave: “aluguel de fantasia”

Palavra-chave: “aluguel de fantasias”

Palavra-chave: “fantasias para festas”

Palavra-chave: “fantasias criativas”

Palavra-chave: “festa a fantasia”

Palavra-chave: “fantasias femininas”

Nessas e em mais algumas milhares de palavras-chave, o site da Breshow (www.fantasiascriativas.com.br)  aparece na primeira página e em muitas delas, na primeira colocação.

O site da Breshow funciona como um “catálogo online”: o consumidor visualiza as fantasias, mas as vendas ainda não são realizadas online, é necessário ir até a loja, em São Paulo, para fazer a locação.

Recebo uma média de 100 emails por dia e muitos telefonemas. Depois disso, o cliente vem até a loja, incluindo alguns consumidores de outros estados que se deslocam até a Breshow. Recebemos, por exemplo, pessoas de Minas Gerais, Porto Alegre, Rio de Janeiro, que vem até São Paulo para alugar as fantasias que encontraram em nosso site”, diz Claudia.

Se quiser se aprofundar mais nas estratégias apresentadas aqui nesse case, leia o livro Google Marketing ou participe de um dos meus Treinamentos Google Marketing, tanto os treinamentos presenciais quanto os treinamentos online.

Até a próxima 🙂

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram