Como o Marketing de Conteúdo Pode Mudar o Rumo Dos Seus Negócios

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Nos Estados Unidos muito se fala de marketing de conteúdo. Inclusive, existem diversos eventos presenciais em relação ao tema. Já no Brasil, o assunto começou a ganhar destaque em 2014.

Por ser um assunto novo, diversas empresas têm procurado se especializar no assunto, isso quando não procuram quem possa ajudá-las com isso, pois já perceberam que o marketing de conteúdo pode ser um diferencial e, melhor ainda: pode mudar o rumo dos seus negócios.

Aquele marketing “clássico” (oferta, produto, promoção, preço), com o qual estávamos acostumados, não faz mais sentido nos dias de hoje.

Já é um conceito muito ultrapassado.

Além disso, vivemos uma “era digital” em que a internet evoluiu, os meios de comunicação também mudaram: hoje conseguimos assistir a um filme em versão HD de nossos celulares, de onde quisermos. Mas, em meados dos anos 80, ninguém poderia imaginar que isso seria possível.

Hoje, as pessoas procuram por informação o tempo todo, estão conectadas quase 24 horas por dia. As pessoas buscam por soluções e produtos no Google e, até mesmo, em redes sociais para resolverem os seus problemas.

foto-post-2

Você deve estar se perguntando o que é marketing de conteúdo, e como ele pode me ajudar nessa história toda?

Você precisa “educar” o seus possíveis clientes para que ele adquira o seu serviço ou produto.

Quando digo educar, eu quero dizer que você precisa mostrar para a sua audiência/público que você domina o assunto que elas estão pesquisando ou seja, se posicionar como uma autoridade.

Não vou entrar em detalhes em relação à autoridade, pois acredito que esse seja um assunto para falarmos mais para frente, mas construir a sua autoridade é um ponto muito importante para quando o consumidor fizer uma busca, o seu nome apareça como uma referência. Isso faz parte da chamada “Jornada do Consumidor”.

Como funciona a jornada do consumidor?

Para que o consumidor compre o seu produto ou serviço, ele passa por várias etapas até chegar à etapa final, que é a de decidir adquirir o produto ou não. As etapas são:

Não sabe que tem um problema – Nesse momento, ele está tranquilo, não sabe que tem um problema ou seja, ainda não está incomodado com nada.

Incomodado – Percebe que tem um problema e começa a ficar desconfortável com a situação.

Pesquisador – Ele começa a procurar formas para solucionar o problema dele…soluções.

Comparador – Normalmente, quando você quer comprar um produto, um tênis por exemplo, você costuma procurar em diversas lojas, tanto online quanto off-line, para comparar preços e qualidade de produtos, certo?

Com o seu cliente não vai ser diferente. Se você não conseguir convencê-lo a comprar de você na fase pesquisador, ele vai te comparar aos seus concorrentes.

Comprador – Este é o momento em que a venda, finalmente, acontece. É a etapa decisiva.

Avaliador – Depois de passar por todas as etapas, nessa fase o seu cliente vai avaliar se o seu produto/serviço é bom ou não para ele. E aí, existem dois caminhos que ele pode seguir: gostar do seu produto e recomendá-lo para outras pessoas ou ficar insatisfeito e falar mal para outras pessoas.

Bom, expliquei brevemente como funciona a jornada do consumidor, agora vou explicar por que o marketing de conteúdo vai ajudar o seu possível comprador.

O marketing de conteúdo vai te ajudar a educar o seu possível cliente.

Como assim?

Muitas vezes, os clientes não conseguem ver o real valor que um produto/serviço tem.

Acabam achando muito caro e procuram por outras alternativas, ou seja, procuram a concorrência.

Para que o seu cliente não procure o concorrente, você tem duas opções?

Abaixar o preço para o valor do seu concorrente, dessa forma você conseguirá entrar para a disputa dos preços.

Ou você pode educar o seu cliente a ter uma boa visão de valor percebido, gerar valor para ela através de conteúdo e, assim, ele vai conseguir perceber o valor real do seu produto/serviço.

O cliente só vai enxergar valor e o diferencial no seu produto se ele conhecer sobre a área ou se for educado para isso.

A maior vantagem de usar a educação como uma ferramenta é que ela gera valor para a venda, muito mais do que se você, simplesmente, tentasse vender um produto.

Conclusão

Eduque os seus clientes, mostre que você domina o assunto e que é uma autoridade. No final, as chances de você conseguir realizar uma venda serão muito maiores.

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram