Quer participar da Imersão pagando um preço especial?

Sobre a sabedoria das multidões

Quando estava no cursinho me passaram um problema muito interessante: “dada um volume V, qual o sólido geométrico que tem a menor área superficial”.
A resposta, óbvia para muitos, é a esfera. Mas como chegar a esse raciocínio?

Primeiro: quanto menor uma gota, e portante quanto menos a influência da gravidade, mais esférica ela é devido à tensão superficial.
Segundo: caso os planetas não tivessem movimento de rotação, translação, precessão e outros, eles seriam esféricos devido à força gravitacional que puxa a superficie para seu centro diminuindo sua área superficial.

Assim como essas existem outras várias soluções para o problema da menor área superficial.
Um detalhe: em nenhum momento as soluções acima foram puramente matemáticas, como haveria de se esperar, mas sim, soluções dadas pela química e pela física.

Ouvi falar de uma agênciade criação publicitária estadunidense que contrata pessoas de todas as áreas possíveis – químicos, antropólogos, matemáticos, médicos dentre outros. E até contrata publicitários também. A teoria, que se mostra eficiente na prática, é gerar qualidade por meio da diversidade.

Acredito fielmente na diversidade gerando qualidade. É lógico que sempre há algumas cabeças no meio da multidão que guia parte da massa para uma direção, mas tal cabeça não faria tudo sozinho. Essa história de que a unanimidade é burra é uma tremenda besteira. Quanto maior a unanimidade ou quanto maior a colaboaração verdadeiramente democrática sobre uma idéia, melhor ela é elaborada.

De tudo isso, podemos tirar algumas boas conclusões em termos de nova economia digital. A colaboração em massa na internet. A criação e a recriação da informação como tecido de nossa existência e capacidade de aprender com os outros.

A famosa frase “se enxerguei mais longe foi porque subi em ombros de gigantes”, atribuída a Newton se referindo a Kepler, Tico Brahe e Galileu, agora se transforma em “se enxerguei muito, mas muito mais longe foi porque me apoiei em centenas de milhões de pequenos ombros empuleirados uns sobre os outros”.

A sabedoria vem das multidões. Lembra-se da frase “Duas cabeças pensam melhor do que uma”? Eleve isso à enésima potência e entenderá porque a internet é uma ferramenta social revolucionária. A internet como um todo é um sistema orgânico e muito mais inteligente do que a soma de seus indíviduos. É o “dois mais dois é sempre mais que quatro”.

Um amigo meu diz que a quantidade de informações hoje em dia é tão grande e complexa que se torna probabilisticamente difícil de haver gênios que fazem tudo sozinho, como existiam há algumas poucas décadas.

Essas tais pessoas que construiam o conhecimento praticamente sozinhas a partir de muito pouco hoje são como miragens. Hoje, o “gênio” é na realidade uma equipe comprometida com a liderança de alguém que toma para si a responsabilidade de apontar o caminho. Como diria outro amigo meu “A prova hoje tem que ser feita em grupo e com consulta”.

A tal sabedoria das multidões é cada vez mais realidade e não há o que digam da Wikipedia ou do Digg. Quanto maior o grupo maior é a sua diversidade, melhor, mais criativas e eficientes são as soluções.

Falei de Wikipedia e Digg, mas os exemplos são bem numerosos. Pegue por exemplo o Linux – sem dúvida um sistema mais inteligente que o famoso Windows. É lógico que, devido ao legado de computadores de todo o mundo, ainda há algumas dificuldades, porém, com um mundo cada vez mais “nas nuvens” utilizando browsers e programas online, o sistema operacional se torna irrelevante.

Cada vez mais organizamos nosso dia nos nossos celulares e BlackBarries (não vou cometer o sacrilégio Blackberriano de chamar um BlackBerry de celular), descobrimos informações na internet ou recebemos mensagens por comunicadores instantâneos, estamos cada dia mais plugados com nossos modens 3G, ouvimos música no iPod etc. Onde está o sistema operacional nisso tudo?

Considero que uma das sortes da Microsoft foi lançar o Office 2007 com ótimas funcionalidades visuais para apresentações, mas só isso. De resto o Linux dá muito bem conta do recado (antes que me perguntem, sim. Eu uso Linux no meu note). Isso porque não falei dos ótimos softwares online de apresentações…

Não há como negar. É um sistema mais inteligente. A tal sabedoria das multidões funciona mesmo.

A Microsoft está em maus lençóis, ou no mínimo, temerosos lençóis.
Por enquanto essa queda de braço ainda não se definiu totalmente, porém, quem ganha com ela, é o consumidor. Viva a diversidade. Viva a sabedoria das multidões.

Conrado Adolpho

Minha missão no mundo: "Construir um mundo melhor por meio da internet". Autor do livro "Os 8Ps do Marketing Digital" e entusiasta da internet como fenômeno social.

Inscreva-se para mais conteúdo

2 comentários

  1. MatSype em 15/01/20 às 16:34

    Tomar Cialis Ocasionalmente Cialis Was Kostet Buy Cialis Sildenafil Verkauf Kamagra Pharmacy Online Il Cialis

  2. Substance Use Prevention em 26/03/20 às 08:29

    Outpatient Substance Abuse Near Me http://aaa-rehab.com Alcohol Rehab Centers http://aaa-rehab.com Alcohol Abuse Treatment
    http://aaa-rehab.com

Deixe um Comentário