Como ser um empreendedor? 7 passos para o sucesso da sua carreira

Um dos maiores desafios de quem quer deixar a vida de empregado para obter a autonomia de ter um negócio próprio, é descobrir como ser um empreendedor bem-sucedido. Os obstáculos são muitos e, para lidar com as adversidades, é necessário bastante empenho.

Apesar de não existir uma fórmula pronta para o sucesso, alguns hábitos e medidas podem ser tomados para facilitar essa jornada.

Pensando nisso, elaboramos um conteúdo especial com um passo a passo que vai auxiliar você nas tomadas de decisões e ajudar a alavancar a sua tão sonhada independência profissional.

Quer saber mais? Então, confira agora mesmo os 7 passos para o sucesso da sua carreira!

1. Descubra sua paixão

Antes de iniciar sua empreitada, você deve estar ciente de qual caminho deseja seguir. Definir o segmento de atuação é fundamental para acelerar o processo. Procure escolher setores em que você tenha habilidades e experiência no assunto.

Esse conhecimento será muito importante para começar seu próprio negócio com credibilidade. Veja, também, se a área que procura atuar tem alguma demanda no mercado. É mais difícil obter êxito em um setor muito saturado ou que não interesse ao público.

Lembre-se de manter os pés no chão e ser realista. Ideias criativas e inovadoras são sempre bem-vindas, porém, algo muito mirabolante pode ser ponto um negativo para o andamento do negócio. 

2. Valide a sua ideia

Depois de ter uma ideia formada, é hora de descobrir a viabilidade dela. Conheça bem o público-alvo do seu negócio. Uma dica é fazer uma pesquisa de campo para saber a opinião e preferências de possíveis consumidores. 

Aproveite para, durante esse processo, mudar partes do projeto e se adaptar às necessidades de seus clientes. Algumas de suas ideias podem divergir com as dos consumidores, então, esteja preparado para fazer ajustes em alguns aspectos.

3. Desenvolva o plano de negócios

Após suas ideias estarem completamente alinhadas, é hora de começar a planejar como executá-las. Procure elaborar um plano de negócio para curto, médio e longo prazo, que seja coerente e com metas que podem ser alcançadas dentro dos prazos estabelecidos.

Tentar fazer mais do que a realidade permite pode ser muito prejudicial para quem está começando. Defina os modos de abordagem e venda de seus produtos ou serviços, além de pensar bem nas estratégias de marketing que serão usadas — além de contemplar outras áreas como logística, financeira e fiscal, por exemplo.

4. Use a comunicação a seu favor

Parte chave de qualquer negócio, a comunicação é essencial para fazer a propaganda dos serviços que você dispõe aos consumidores. Se seus clientes não têm acesso à sua marca, eles não entrarão em contato com você.

Por isso, é fundamental você utilizar o maior número possível de maneiras de se comunicar. Para isso, existem dois tipos de comunicação que o empreendedor deve estar disposto a investir: interna e externa.

Comunicação externa

É o processo que vai levar seu nome até os consumidores. Invista em interação e propagandas nas redes sociais, anúncios externos, ligações para seu público-alvo, sites e outros modelos que estejam adequados a seu orçamento.

Mas, cuidado! Não seja invasivo ou inconveniente em seus métodos de abordagem. Em vez de conseguir clientes, você pode afastá-los. Mantenha sempre a coerência e o respeito para não gerar uma imagem negativa para a sua empresa.

Comunicação interna

É por meio da comunicação interna que você manterá bons funcionários e conseguirá extrair o melhor de cada um deles. Motive sua equipe por meio de diferentes formas de comunicação.

Promover reuniões periódicas, premiações por metas alcançadas e incentivar um ambiente leve e descontraído, são ótimas maneiras de manter a união dos colaboradores, além de instigar maior produtividade de forma natural.

5. Controle seu orçamento

Assim como as empresas já estabelecidas no mercado, quem está começando também precisa realizar um controle financeiro para não falir antes mesmo de alcançar o público. Por isso, existem algumas regras que devem ser seguidas para se obter uma organização eficiente. São elas:

  • registre todo e qualquer compromisso financeiro assumido por sua empresa — dos gastos fixos aos variáveis;
  • não misture os gastos pessoais com empresariais;
  • controle o fluxo de caixa — recebimentos e pagamentos;
  • monitore as contas a pagar;
  • acompanhe indicadores de desempenho financeiro.

6. Tenha calma

Aqui, se aplica aquele velho ditado “a pressa é inimiga da perfeição”. Nada se constrói do dia para noite, principalmente uma empresa que renda os lucros que você sempre sonhou. Tenha calma e tente não focar apenas no retorno financeiro imediato.

Por mais inovadora que seja a ideia, leva um certo tempo até a empresa adquirir credibilidade no mercado e confiança dos consumidores. Não queime as etapas desse processo e não desista caso ache que está tudo devagar demais.

Em vez disso, procure sempre aprimorar seus conhecimentos e contar com pessoas de confiança, que poderão ajudar você nesse crescimento de maneira satisfatória. Crie uma equipe enxuta e gaste o dinheiro disponível para investimento de modo consciente.

Contar com a ajuda de um coach (ou um mentor) é muito importante nesse momento, pois, por meio dele, você poderá absorver a experiência necessária para minimizar os típicos erros cometidos de quem está iniciando nesse universo.

7. Aproveite o feedback dos clientes

Com a possibilidade de um retorno positivo do negócio, os empreendedores acabam negligenciando algumas etapas muito importantes e que podem ser cruciais para o sucesso da empreitada — ignorar o feedback dos clientes é um deles.

Dê a máxima atenção a opinião dos consumidores sobre seus serviços e produtos, pois isso vai determinar se sua empresa está agradando ao seu público-alvo ou não. É de suma importância manter uma relação bem próxima com o cliente, para que você possa melhorar em determinados setores — seja no de vendas, atendimento, produtos ou suporte técnico.

Se possível, invista em um canal exclusivo para esse feedback e disponha de funcionários para solucionar possíveis problemas de maneira rápida e eficiente. Outra boa dica é usar esse mesmo canal para um pós-venda, estando em contato direto com quem usufruiu dos serviços de sua empresa e sabendo qual a opinião do usuário.

Você viu apenas alguns passos básicos de como iniciar a carreira de empreendedor e aumentar as chances para o sucesso. Ainda assim, podemos dizer que o maior aprendizado acontece na prática, por meio de tentativa e erro, até descobrir o que funciona e pode ser mais explorado. Contar com o coaching também é algo que pode facilitar o seu caminho.

O que achou desse artigo? Restou alguma dúvida sobre o assunto? Então, deixe seu comentário para que possamos esclarecê-lo!