Como vender pelo WhatsApp: confira 11 dicas práticas

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Estratégias para vender pelo WhatsApp

Vender pelo WhatsApp tem se mostrado uma verdadeira máquina de vendas em muitas empresas. Estamos falando de um aplicativo que revolucionou a forma como nos comunicamos pelo celular. E, então, por que não incorporá-lo como uma ferramenta de vendas na sua empresa?

Muitas empresas já fizeram isso e conseguem bons resultados diariamente. Mas caso sua empresa ainda não tenha adotado o WhatsApp para vender, recomendo que continue a leitura deste artigo. 

Você verá por que o WhatsApp pode ser muito vantajoso na sua área comercial e em que momentos a ferramenta é bastante oportuna. Além disso, irá tirar suas dúvidas práticas com 11 dicas para vender pelo WhatsApp. 

Por que você sua empresa deve considerar fazer vendas pelo WhatsApp

O WhatsApp já faz parte da nossa rotina. Possivelmente você que está lendo este artigo verifique o seu aplicativo diversas vezes ao dia. Provavelmente você também tenha diminuído drasticamente a quantidade de ligações telefônicas convencionais depois que começou a utilizar o WhatsApp. 

Conforme apontam as estatísticas, 99% dos smartphones brasileiros possuem WhatsApp. Ou seja: praticamente todo mundo que tem um smartphone utiliza esse aplicativo de mensagem. Mas, muito mais do que uma ferramenta para troca de mensagens rápidas, o aplicativo tem ganhado posições como um canal de vendas.

Através do WhatsApp as empresas vêm aumentando as suas vendas e diversificando as formas de contato com os clientes. Além disso, as diversas possibilidades de interação, através do envio de vários recursos de mídia (texto, áudio, fotos, vídeos), facilitam a comunicação e aproximam a empresa do cliente. 

Por fim, ao usar o WhatsApp na equipe comercial sua empresa poderá acompanhar informações importantes como quantidade e tempo de atendimento da equipe. Outra vantagem é que o aplicativo também serve como registro de todas as informações. 

Mídia de atração x mídia de conversão

O WhatsApp é uma mídia de conversão, assim como o telefone ou outras formas de abordagem do cliente como reuniões, atendimento no balcão e etc. Assim, ela não é uma mídia de atração de novos contatos. 

Para captar novos clientes e, então, abordá-los pelo WhatsApp, você precisará usar mídias de atração, como Instagram, Facebook, Google, YouTube, etc. Com isso, você terá uma base de contatos para que sua equipe comercial a transforme em clientes de primeira compra utilizando o WhatsApp. 

Para construir a lista de contatos da sua empresa, você precisa fazer uso de uma estratégia de recompensa, onde o consumidor terá acesso ao material ao conceder o seu número de WhatsApp. Para entender mais sobre o processo de captação de contatos através de uma mídia de atração com estratégia de recompensa, veja este artigo: Captação De Leads: 3 Passos Para Vender Mais

Vender por telefone ou pelo WhatsApp?

A popularização do WhatsApp fez com que muitas equipes comerciais começassem a utilizar apenas o aplicativo de mensagens. Apesar de ele ser de fato muito efetivo para vender, por vezes, em alguns negócios é necessário utilizá-lo como um ferramenta auxiliar ao tradicional uso do telefone. 

Para produtos de ticket mais alto apenas o uso do WhatsApp pode não ser totalmente efetivo. Na ligação há mais possibilidades de fazer perguntas, matar objeções, aplicar técnicas como escassez e garantia de forma mais fluída. Uma estratégia é utilizar o WhatsApp como um auxiliar na continuidade da conversa (envio de um material extra, por exemplo), troca de recados rápidos e estratégias de follow-up

Por outro lado, para tickets mais baixos e quando o consumidor já está bastante aquecido (ou seja, já tem bastante consciência sobre a sua solução e está muito perto do estágio de fundo de funil) o WhatsApp é bastante eficiente. 

11 dicas para vender pelo WhatsApp

Apesar de ser um aplicativo utilizado massivamente no dia a dia, em relação ao uso para fomentar negócios, alguns cuidados são necessários. Afinal você está falando com seus clientes. 

Por isso, a seguir você verá algumas dicas de como vender pelo WhatsApp. 

1. Utilize a versão Business 

Faça uso da versão comercial do aplicativo, que foi desenvolvido justamente para empresas utilizarem. O WhatsApp Business tem como vantagem a possibilidade de acompanhar métricas, tais como quantidade de mensagens enviadas, entregues e lidas. 

Além disso, através das listas de transmissão, sua empresa poderá categorizar os contatos. Nesta versão comercial também é possível fazer uso de envio automático de mensagens. Outra vantagem é que você consegue separar a sua conta pessoal da conta profissional, zelando pela imagem do seu negócio diante dos clientes.

2. Transmita uma imagem profissional

Lembre-se que o WhatsApp como ferramenta de contato com o cliente deve transmitir uma imagem segura e de profissionalismo ao consumidor. Por isso, não é recomendado o uso de fotos pessoais, em momentos descontraídos ou com familiares. Assim, opte por imagens que transmitam profissionalismo. 

Do mesmo modo não é indicada a utilização de apelidos. Por isso é importante o uso de uma conta comercial como vimos no item anterior. Ao misturar características pessoas você poderá conduzir o cliente a ter menos credibilidade no seu trabalho. 

Nas configurações da conta do WhatsApp Business, na opção catálogo, você poderá adicionar fotos do seus produtos e informações como preço, descrição e até mesmo link de redirecionamento. 

É um excelente recurso se sua empresa não tem um site, por exemplo. Possibilita informar ao consumidor todos os produtos disponíveis, o que pode acelerar o processo de decisão de compra. É bastante útil para empresas menores, que não contam com muitas ferramentas e grande equipe. 

4. A abordagem inicial deve ser cuidadosa

Tenha cuidado com a primeira mensagem enviada. Os consumidores não desejam que seu WhatsApp se transforme em um depósito de ofertas. Assim, a abordagem inicial, inclusive para aqueles que sinalizaram o interesse pelo contato, deve ser cuidadosamente planejada. 

Nesse primeiro momento ele não tem consciência da sua solução e pode até nem mesmo lembrar que deixou o contato dele em troca de alguma recompensa, por exemplo. Assim, seu script deve contemplar a apresentação do vendedor e qual o nome da empresa que ele está representando. É importante, também, pedir permissão para continuar a conversa. 

5. Tenha números de contatos diferentes para cada departamento

Separe os números para cada finalidade, conforme o setor. O número usado para vendas ativas deve ser diferente do número de suporte, por exemplo. Da mesma forma, os contatos de quem já é seu cliente, idealmente devem ser tratados em um número distinto daquele utilizado na prospecção de novos. 

Proceder dessa forma organiza a informação e torna o atendimento das áreas muito mais dinâmico e profissional, sem transmitir uma sensação de desorganização ao consumidor. Essa organização também minimiza a chance de deixar alguém sem resposta.  

6. Faça backups 

Realize backups de forma periódica. Isso irá evitar perder contatos e históricos de negociações importantes. Muitas vezes só damos importância ao backup quando perdemos informações importantes. Porém, nessas horas já é tarde demais. Portanto, configure para que o aplicativo faça backups periódicos em nuvem, para garantir que as informações não fiquem apenas no aparelho. 

7. Responda ao consumidor como ele fala com você

Durante o contato com o consumidor, perceba como ele responde para você. Ou seja, se você manda um texto e ele responde com um áudio, comece a responder também com áudios. Talvez ele esteja envolvido em algum processo que não pode ler e escrever e fica mais prático ouvir a sua resposta. 

Se ele envia textos curtos, também adote essa maneira de se comunicar. Dependendo do seu nicho e do público, usar uma linguagem mais descontraída e emojis pode humanizar o contato. 

8. Personalize as mensagens

Nada mais desagradável do que receber uma mensagem que transmite a sensação de que foi enviada para inúmeras pessoas ao mesmo tempo. Principalmente no WhatsApp. Se você fizer isso, corre o risco das pessoas acabarem bloqueando seu número. 

Por isso, personalize as mensagens e não deixe com que o cliente perceba que a mensagem está sendo enviada para outras pessoas também. Atentar para esse cuidado gera muita conexão com o público. 

9. Seja claro e tenha cuidado com erros ortográficos

Preze pela clareza, objetividade, gentileza e respeito na comunicação. Tenha muito cuidado com o texto. Portanto, revise sempre para evitar erros ortográficos e de correção automática. Enviar textos com erros, mesmo que não intencionais, causa uma má impressão ao consumidor.  

10. Priorize a resposta aos clientes

A resposta ao consumidor deve ser sempre priorizada. Assim como você, eles também não gostam de ficar esperando por respostas. Lembre-se que os clientes sempre serão a prioridade no seu negócio. 

Em períodos de ausência e finais de semana, configure uma mensagem automática avisando da ausência. Avise que, assim que possível, ele será respondido. No retorno ao trabalho, priorize imediatamente as respostas a essas mensagens.  

11. Respeite os horários dos clientes

Evite enviar mensagens em horários que fujam do período comercial. Se identificar que o consumidor não pode responder contatos em determinado horário, respeite essa indisponibilidade e não faça contatos nesse período.

Gostou dessas dicas para vender pelo WhatsApp? Inscreva-se na Newsletter para acompanhar semanalmente as postagens do blog para ver mais informações e estratégias que irão ajudar sua empresa a vender mais.

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Newsletter

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos.