fbpx

Meus maiores erros como empresário (e como você pode evitá-los)

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
ERROS-COMO-EMPRESÁRIO

Contei os meus 7 maiores erros como empresário, os impactos que eles causaram em minha empresa, e como você pode fazer para não errar dessa forma também.

Ser empresário é cometer erros, erros e mais erros. E, de vez em quando, você vai acertar.

Saiba que você vai cometer mais erros que acertos.

O segredo é parar rapidamente os efeitos dos sucessivos erros e maximizar o tempo e resultado dos poucos acertos. 

Eu cometi muitos erros como empresário e, se eu puder evitar que você os cometa, ficarei muito feliz.

Continue lendo este artigo para você saber onde eu errei para que você não erre também.

  1. Não olhar os indicadores financeiros todo santo dia

Durante boa parte da minha vida como empresário eu só via os indicadores comerciais (receita, número de vendas, taxa de conversão, ticket médio). 

Eu não tinha os indicadores financeiros e isso me deixava cego em relação aos números do negócio e, assim, acabava não tomando as decisões corretas. 

Descobri perdas financeiras enormes quase tarde demais. E posso dizer que demorou para consertar o estrago.

Leia também: Os 3 tipos de lucro de um Funil de Vendas

2. Achar que contratar é a chave para crescer 

Muitas vezes, quando a empresa estava precisando crescer, ao invés de colocar meu foco na produtividade e no corte de tarefas desnecessárias (que demora e é chato), eu contratava mais gente (que é fácil e rápido). 

Com isso, tinha gente demais fazendo tarefas que talvez 60% do time faria e tarefas que não precisavam ser feitas.

3. Contratar líderes baratos e operação pouco produtiva

Em uma determinada época, eu tinha pelo menos 3 pessoas de salário baixo produzindo o mesmo tanto que 1 pessoa bem qualificada produziria. 

  • Eu tinha perda de dinheiro com aquelas pessoas que produziam pouco.
  • Eu deixava de ter o resultado que uma pessoa boa produziria.

Quando comecei a contratar certo, o resultado da empresa passou a ser muito maior do que a economia que eu tinha com salários baixos demais na liderança.

Leia também: Como gerenciar a equipe de vendas do seu Funil de Vendas

4. Dar benefícios em demasia

Em uma época em que estávamos gerando muito caixa eu queria que minha empresa fosse o Google. 

Tínhamos garrafas de água mineral espalhadas pela casa, frutas, viagens para o exterior (chegamos a ir para Cancun, Buenos Aires, Las Vegas, Florianópolis, San Diego etc.)

gastando um dinheiro que poderia ser empregado em melhorar nossa operação e processos antes da “festa”. 

5. Valorizar demais a cultura ao invés dos processos

A cultura em uma empresa é supervalorizada. 

Antes de criar uma cultura forte, você tem que ter processos estruturados com todos sabendo o que fazer e sabendo qual o resultado final esperado do negócio como um todo. 

Houve uma época em que tínhamos muita cultura e poucos processos. A empresa implodiu sobre si mesma pela falta de solidez na base.

Não se engane: é importante que você pense, sim, na cultura de sua empresa. Na verdade, é importante que seus colaboradores comprem o sonho da sua empresa. Que QUEIRAM estar ali, acima de estar em outra empresa. 

Isso vai garantir a entrega, produtividade e qualidade do trabalho deles.

Porém, isso é apenas uma parte. Mais importante do que a cultura da empresa, são os processos sólidos, estruturados e claros para todos.

6. Demorar demais para demitir

Várias vezes acabei demorando demais para demitir profissionais que não estavam agregando ao time.

Com isso, acabei perdendo dinheiro e não ocupando a mesma posição com um profissional melhor. Perda dupla. 

7. Fazer demais em algumas áreas e pouco em outras

Em uma situação, acabei fazendo muito pelo cliente a ponto dele não reconhecer mais o que era produto, overdelivery e o overoverdelivery

Gastei demais, mas não gerei a impressão de satisfação necessária no cliente para justificar os gastos. 

Ao mesmo tempo, faltavam recursos em outras áreas de atendimento a clientes e isso gerava insatisfação. 

Não equilibrei corretamente o gasto em entrega para o cliente.

Como continuar a aprender comigo (os erros e acertos)

Se você quiser continuar recebendo conteúdos valiosos para empreendedores, a entender como não cometer erros como empresário, e principalmente, saber mais sobre como aumentar suas vendas através de Estratégias de Marketing, aliadas a um Processo Comercial eficaz, eu te convido a entrar no meu grupo fechado para empresários no Telegram (é gratuito), e também me acompanhar no Instagram.

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram