Atraia clientes para sua loja física com estratégias de marketing digital

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Mulher mexendo em um tablet em uma loja

Atrair clientes para uma loja física não dependente apenas do fluxo de pessoas que passam na rua. A tecnologia revolucionou a forma de fazer negócios em nossas vidas e pode trazer muitos benefícios também para lojas físicas.  

Entretanto, como existem muitas possibilidades que envolvem estratégias de marketing no ambiente digital, muitas vezes os empresários ficam confusos em saber qual é a mais adequada. 

Além disso, lidar com ferramentas digitais pode ser uma dificuldade e por isso, traçar estratégias de divulgação nesse meio fica ainda mais complexo. Exatamente para ajudar você que tem uma loja e quer saber como atrair mais clientes com a ajuda do marketing digital que elaborei este artigo.

Continue a leitura para entender como ter resultados surpreendentes dominando as estratégias de divulgação através do digital. 

Estratégia digital é fundamental para atrair clientes 

Se você é empresário, assim como eu, já percebeu que a realidade do mundo dos negócios físico está 100% conectada com as possibilidades da esfera digital. Por isso, desconsiderar estratégias de marketing digital para atrair clientes para uma loja física não é interessante. 

Já há algum tempo criei um termo para descrever a complementação do espaço físico com o espaço virtual. Essa expressão é onffline, que significa utilizar estratégias online para ter resultados melhores no offline.

Atualmente, 9 a cada 10 consumidores realizam pesquisas na internet antes de tomar uma decisão de compra. Observe que não estamos falando de pessoas que compram online (número que também cresceu muito, impulsionado pela crise sanitária que iniciou em 2020). O dado citado anteriormente fala sobre hábitos de consumo, seja para escolher um restaurante, ir a uma loja ou comprar no conforto de casa. 

Por isso, investir em estratégias de marketing digital que atraiam clientes para a loja física faz muito sentido nos dias de hoje. E tudo indica que no futuro também será assim. Dessa forma, você poderá aliar táticas que explorem a divulgação online da sua loja e, até mesmo, técnicas que impulsionam a venda à distância, sem a necessidade de ter uma loja virtual

Como atrair clientes para a sua loja

Apostar em estratégias de marketing digital é essencial para sua empresa se manter relevante no mercado. Talvez você até mesmo tenha tentado de algumas formas divulgar seu negócio na internet, mas pode não ter tido os resultados esperados. 

O fato é que a digitalização trouxe juntamente um excesso de informações e estímulos. E para os empresários isso não é diferente. Diariamente somos expostos a milhares de técnicas, táticas e estratégias revolucionárias. 

Porém, a verdade é que não existe uma receita de bolo para atrair clientes e divulgar uma empresa, seja no marketing digital ou no marketing offline. Por esse motivo, separamos alguns elementos que abordam como você, dono de um negócio, deve observar as estratégias por trás das técnicas de atração de clientes.

1. Identifique seu público-alvo

Se você deseja atrair clientes para o seu negócio, o passo inicial é entender quem você quer atrair.  Por isso, é essencial que você tenha clareza sobre quem é o público-alvo da sua empresa.

O público-alvo são aquelas pessoas que possuem maior probabilidade de comprar o seu produto ou serviço. O que irá determinar quem é esse grupo de pessoas são informações demográficas, sociais, interesses e hábitos destes consumidores. Veja a seguir um exemplo de determinação de público-alvo.

  • Gênero: feminino
  • Idade: 25 – 45 anos
  • Nível de escolaridade: Ensino médio completo
  • Renda mensal: R$ 2.000,00 a R$ 5.000,00
  • Localização: cidade de Uberlândia (pode-se determinar bairros também)
  • Interesse: moda e beleza

Note que esta determinação é ampla, mas mesmo assim muito determinante a respeito do perfil do público-alvo. Alguns donos de pequenas empresas generalizam muito seu público-alvo ou determinam apenas uma dessas características. 

Porém, ao ampliar demais, você acaba tendo menos efetividade para atrair pessoas qualificadas para seu negócio. E isso não é bom para a sua empresa, pois você fica muito tempo atendendo pessoas que não tem dinheiro ou interesse suficiente para comprar a sua oferta.

2. Entenda em qual mídia online encontrar o seu público-alvo

Investir em marketing digital não é o mesmo que criar um perfil no Instagram, fazer post por lá e realizar anúncios nesta plataforma. Apesar de ser um grande protagonista do universo digital, o Instagram é apenas uma das possibilidades de divulgar um negócio por esse meio. 

Por isso que, muitas vezes, as coisas podem parecer complexas para o pequeno empresário que quer atrair clientes para sua loja física através do marketing digital. Porém, a complexidade está justamente em não dominar a estratégia por trás da execução. 

E no que se refere a mídia online a estratégia é fundamental. Baseado nas informações sobre quem é seu público-alvo, quais são os seus interesses e relacionando com o seu tipo de negócio, você saberá qual a mídia que serve para realizar anúncios digitais (o que é chamado de tráfego pago). 

A diferença entre um negócio de oportunidade e um negócio de necessidade

Vamos fazer um exercício para você entender como a sua empresa pode definir a mídia online. Imagine que a sua loja seja um estabelecimento de venda de autopeças. Quando o cliente for comprar algo de você é por que ele tem uma necessidade, ou seja, precisa comprar uma peça para o seu carro.

Por outro lado, imagine que sua loja seja uma revenda de joias. O seu cliente não tem que necessariamente comprar uma joia. Porém ele pode ter o desejo de comprá-la. 

É exatamente essa a diferença entre um negócio de necessidade e um negócio de oportunidade: enquanto o primeiro oferece solução àquilo que é inevitável ao consumidor, o segundo visa oportunizar a satisfação de um desejo ou o afastamento de algum sentimento. 

Como definir o mídia ideal para o seu negócio

A mídia que sua loja deve concentrar esforços é aquele onde está o seu público-alvo. Voltando ao exemplo da loja de autopeças: onde uma pessoa poderia procurar por uma loja desse tipo? No Google. 

Já a loja de joias, onde seu cliente, que não está pensando em comprar uma joia, poderia ver algum anúncio, se encantar com uma peça e desejar comprá-la? Se você respondeu Instagram ou Facebook, acertou. 

Além desse raciocínio estratégico, as informações a respeito do seu público-alvo irão ajudar a determinar as especificações de uma campanha de anúncios (para qual público anunciar, que faixa etária, localização, etc.). 

Por fim, você poderá utilizar mais de uma mídia, como por exemplo: anunciar no Google e manter um perfil atualizado e com informações úteis e relevantes no Instagram, por exemplo. Ou até mesmo praticar anúncios diretos (que fale do produto ou serviço) em uma plataforma e indiretos (que abordem os benefícios, problemas e dores do cliente) em outra.

3. Se conecte com uma mensagem poderosa

A essa altura, possivelmente você já entendeu que não basta sair publicando posts ou pagando para anunciar. Cada passo deve ser planejado para trazer um resultado consistente. 

Por isso, qualquer ação que você fizer, seja para fortalecimento da marca ou para realizar ofertas diretas, por meio de tráfego pago, deve atingir o seu público-alvo de maneira certeira. 

Assim, os elementos da sua mensagem devem considerar técnicas de copywriting para que a mensagem se conecte com a audiência ideal para o seu negócio e chame a atenção em meio a tantos estímulos visuais que um usuário é exposto no meio digital. 

Crie títulos impactantes, que instiguem a curiosidade e faça o consumidor achar interessante o suficiente para saber mais sobre aquilo. Complemente a mensagem abordando as dores, os problemas e os desejos que seu cliente tem (por isso você precisa ter essa informação lá na definição do público-alvo). 

Apresente a solução (seu produto ou serviço) ao consumidor e quebre possíveis objeções. A ideia é que sua mensagem faça o cliente dar mais um passo e querer conhecer mais sobre a sua empresa (sua mensagem deverá fazer esse convite – ou seja fazer uma chamada para ação, conhecido pela sigla CTA no marketing).

4. Realize anúncios

Depois de ter definido quem é seu público-alvo, entender a estratégia de mídia que será utilizada e como escrever mensagens que impactam o seu cliente, chegou o momento de reunir tudo isso e realizar anúncios para essas pessoas com maior probabilidade de comprar.

Esta (investir em tráfego pago / anúncios) é a forma mais rápida de obter resultados. Nestes anúncios aborde as dores e desejos do seu cliente ideal e utilize estratégias para aumentar o nível de consciência das pessoas atraídas pelo seu anúncio. 

Sendo assim, crie um anúncio que gere desejo ou ofereça uma resposta a questionamentos dos seus consumidores. Dependendo do tipo de loja que você possui, é possível apostar no funil de vendas de um produto quase de graça para atrair clientes. Veja mais a seguir.

Faça uma oferta de um produto quase de graça para atrair clientes

A ideia em anunciar um produto com valor baixo consiste em realizar uma oferta praticamente irrecusável, que realmente valha a pena para o consumidor. Para traçar a sua estratégia de oferta para o anúncio, veja algumas dicas:

  • Escolha um produto que venda bem, muito procurado por seus atuais clientes e barato. 
  • Aplique um desconto ao produto. 
  • Com isso, ao selecionar um produto que tem uma alta demanda de procura, por um preço mais em conta ainda, novos consumidores se interessarão por sua oferta. 

Aprofunde seu conhecimento: 

Como prospectar clientes pela internet usando Google, Facebook e Instagram

Saiba como anunciar no Google e atrair mais clientes

5. Direcione o consumidor

O anúncio tem o papel de atrair o cliente e, quando ele clicar no próprio anúncio ou no botão de Saiba Mais (dependendo da mídia que você optar), você deve dar um direcionamento ao cliente. 

De forma bastante resumida, se falando de pequenas e médias empresas existem duas possibilidades: 

  1. Direcionar para uma página de captura
  2. Direcionar para o contato pelo WhatsApp

A opção nº 1 te possibilitará criar um formulário para que o consumidor coloque os seus dados a fim de obter mais informações sobre a sua loja ou até mesmo agendar um contato. 

Já a opção nº 2, direciona o consumidor diretamente para entrar em contato com a sua equipe via WhatsApp. Mesmo que o seu anúncio seja de uma oferta direta, como vimos na sugestão acima do produto quase de graça, é possível finalizar o atendimento e efetivar a venda pelo próprio WhatsApp e enviar o produto ao cliente. 

Por outro lado, pode ser que seu tipo de loja não comporte uma abordagem de venda direta. Mas de igual forma, qualquer uma dessas opções irão oportunizar os dados necessários para entrar em contato ou a conversa direta com o consumidor. 

Conclusões

Como dono de uma loja, ou seja, um empresário, você não precisa fazer a operação do marketing digital (a não ser que você queira e consiga dar conta disso tudo). Ou seja: a execução dos anúncios, dos design, da página de captura, etc. pode ser executada por alguém da sua equipe ou por uma agência especializada. 

Porém, é essencial que você entenda tudo que está por trás das escolhas e defina a estratégia que será adotada por sua empresa, começando pela escolha do público-alvo. Isso será essencial para que as estratégias de marketing digital tenham sucesso para atrair clientes à sua loja física.

Acompanhe mais artigos sobre marketing e vendas: inscreva-se em nossa newsletter e receba todas as semanas novos conteúdos imperdíveis.

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Newsletter

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos.